Núcleo de Fabricantes de Toalhas de Brusque realiza missão em Mato Grosso
23/08/2018

Núcleo de Fabricantes de Toalhas de Brusque realiza missão em Mato Grosso

Um grupo de industriais do Núcleo de Fabricantes de Toalhas de Brusque (SC) visitou a sede da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) na tarde dessa quarta-feira (22 de agosto). A visita foi o último compromisso da missão realizada em Mato Grosso, que os levou também a fazendas e cooperativas de cotonicultores em Campo Verde e Primavera do Leste.

O objetivo da missão é promover uma aproximação maior com os produtores de algodão de Mato Grosso, estado que responde por aproximadamente 90% da matéria-prima utilizada na fabricação de toalhas de Brusque, informou Jonas Groh, coordenador do Núcleo. Fundado em 2010 dentro da Associação Comercial e Industrial de Brusque (ACIBr), o Núcleo reúne 25 dos maiores fabricantes de toalhas do município – importante polo têxtil de Santa Catarina -, tem uma produção estimada em 2 mil toneladas de toalhas por mês e gera 3 mil empregos diretos.

Desde o ano passado, os integrantes do Núcleo estão realizando missões aos estados que são os maiores produtores de algodão do país e, agora, chegou a vez de Mato Grosso, que lidera o ranking, com a produção estimada em 1,3 milhão de toneladas de pluma na safra 2017/18.

"Queremos conhecer melhor a produção da matéria-prima, criar parcerias com os produtores, eliminando intermediários na comercialização e fidelizando o processo de compras", explicou Groh.

O grupo foi recebido pela gerente institucional da Ampa, Luciana Ferraz, e por Felix Balaniuc, diretor executivo do Instituto Algodão Social (IAS), que falou sobre a evolução da cotonicultura em Mato Grosso, e o trabalho desenvolvido por esse órgão e pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) em prol da sustentabilidade da produção algodoeira no estado.

O coordenador do Núcleo de Fabricantes de Toalhas de Brusque e o vice-coordenador Taciano Petermann ganharam exemplares do livro "Algodão – Os pioneiros que transformaram Mato Grosso em um grande produtor", lançado pela Ampa, em dezembro de 2016. Todos se mostraram bem impressionados com o que viram durante o périplo em Mato Grosso.

"Enquanto o algodão brasileiro for competitivo, o setor de toalhas também será competitivo", comentou Groh. Em nome dos demais integrantes do Núcleo, ele convidou os representantes da Ampa e os produtores de algodão mato-grossenses para visitarem as indústrias em Brusque de modo a conhecer o processo de transformação da pluma em toalha.  O grupo conheceu as instalações da Unicotton, em Primavera do Leste, e da Cooperfibra e da Cooperbem, em Campo Verde.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482