Pesquisadores do IMAmt participam de Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha
23/07/2018

Pesquisadores do IMAmt participam de Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha

Entre os dias 1º e 3 de agosto, acontecerá o 16º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha, em Sorriso (400 km ao norte de Cuiabá). Trata-se de um evento bienal da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação, que será realizado pelo Sindicato Rural de Sorriso, CAT/Sorriso – Clube Amigos da Terra e pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), entre outras entidades e parceiros. É a primeira vez que o evento acontecerá em Mato Grosso.

O encontro será aberto oficialmente no dia 1º (quarta-feira), no Centro de Eventos Ari José Riedi, onde acontecerão palestras, debates e mesas-redondas sobre o tema "Sistema Plantio Direto. Entenda os desafios atuais. Prepare-se para o futuro".  O público, segundo os organizadores, terá a oportunidade de se informar sobre os avanços tecnológicos, aplicações, novos rumos das pesquisas na área do Sistema Plantio Direto.

Dois pesquisadores do IMAmt estarão entre os palestrantes: Rafael Galbieri e Edson Ricardo de Andrade Junior.  Galbieri será um dos pesquisadores convidados do talk "Nematoides e os desafios encontrados na produção do agro", no auditório principal, no segundo dia do encontro (02/08). O fitopatologista do IMAmt tem participado de estudos em Mato Grosso que comprovam a alta incidência de nematoides no sistema produtivo adotado no cerrado, com o plantio de algodão após a colheita da soja.

Edson Junior apresentará o tema "Destruição química dos restos culturais do algodoeiro" no Dia de Campo, que encerrará o encontro no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica Ampa/IMAmt do Núcleo Regional Norte, situada na BR-163, entre Sorriso e Lucas do Rio Verde. O pesquisador falará sobre métodos utilizados para a destruição de soqueira, enfatizando a contribuição do método químico (com o uso de herbicidas) para o plantio direto, por não haver revolvimento do solo, diferentemente do que ocorre quando se faz a destruição mecânica. Ele também destacará a importância do vazio sanitário do algodoeiro, hoje regulamentado pela Instrução Normativa Conjunta Sedec/Indea-MT nº 001/2016, para impedir a chamada "ponte verde" e reduzir a pressão de pragas como o bicudo-do-algodoeiro e outros patógenos na safra subsequente.

Os participantes do 16º ENPDP terão a opção de participar de outro Dia de Campo que acontecerá no dia 3, na Fazenda Santa Maria da Amazônia, de propriedade de Darcy Ferrarin, fundador e integrante do CAT Sorriso. Para mais informações sobre o evento acesse https://febrapdp.org.br/16enpdp/site/

Foto: Jean Belot

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa com informações da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação

 

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482