IMAmt apresenta novas variedades em Dia de Campo, no próximo dia 6
20/06/2018

IMAmt apresenta novas variedades em Dia de Campo, no próximo dia 6

Muitas novidades serão apresentadas pelo Instituto Mato-grossense do Algodão no Dia de Campo, que acontecerá no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica Ampa/IMAmt do Núcleo Regional Centro, em Campo Verde, no próximo dia 6 (sexta-feira). Nessa estação, o público terá a oportunidade de conhecer as características de variedades comerciais do IMAmt e, em especial, de seu novo lançamento: IMA 5801B2RF.

Esse material foi elaborado pela equipe do programa de Melhoramento do IMAmt a partir de diversos germoplasmas brasileiros e norte-americanos, com o emprego de todas as ferramentas disponíveis, inclusive de biologia molecular. Nesse germoplasma, foi incorporada a biotecnologia Bollgard2RF da Monsanto.  Segundo o pesquisador Jean Belot, coordenador do programa de Melhoramento do IMAmt, trata-se de variedade de arquitetura moderna, de ciclo intermediário a precoce, que tem por diferencial a resistência ao nematoide Meloidogyne incognita e à ramulária.

"Diferentemente das variedades tolerantes aos nematoides já à disposição dos produtores de algodão, IMA 5801B2RF é a primeira lançada no mercado brasileiro com essa característica de resistência ao nematoide das galhas, sendo que o nematoide não consegue se reproduzir nela. Essa variedade é uma excelente ferramenta a ser usada para reduzir as populações desse nematoide em talhões infestados", comenta Belot.

Ele acrescenta que a redução das populações desse nematoide irá propiciar maiores produtividades da soja que entrará em sucessão. "Depois de um ou dois ciclos de cultura dessa variedade de algodão resistente, o produtor terá a possibilidade de voltar a cultivar outras variedades", diz Belot. Contudo, ele ressalta que esse material não é resistente aos demais nematoides (Rotylenchulus reniformis e Pratylenchus brachyurus), sendo indispensável conhecer o tipo de nematoide presente na área para que sua utilização tenha a eficácia esperada.

IMA 5801B2RF também é resistente aos dois isolados de ramulária até agora identificados em Mato Grosso, permitindo reduzir drasticamente as aplicações de fungicidas. Por ser uma cultivar de ciclo curto, essa variedade também atende à necessidade de maior parte dos produtores mato-grossenses: a semeadura logo após a colheita da safra (sistema double crop). Esse material tem ainda como característica o fato de apresentar rápida frutificação a partir do pegamento dos primeiros frutos, fazendo dele uma opção para os plantios depois de 20 de janeiro. "Além disso, sua fibra de boa qualidade atende às especificações dos mercados nacional e internacional", afirma o melhorista.

Outras opções - Jean Belot diz que o programa de Melhoramento do IMAmt foi criado há 10 anos, com o objetivo prioritário de criar novas cultivares de algodão com resistência ou tolerância a doenças e nematoides. "O programa de Melhoramento está maduro agora e oferece as primeiras variedades atendendo a esses objetivos", comenta Belot, que dividirá essa Estação com Marcio de Souza, coordenador de Pesquisas e Difusão de Tecnologias do IMAmt, e Ueverton Rizzi, agrônomo responsável pela produção de sementes na Cooperativa Mista de Desenvolvimento do Agronegócio (Comdeagro). 

portfolio do IMAmt inclui variedades já conhecidas do público como IMA 2106GL, material para refúgio, de ciclo intermediário, alta caixa produtiva e excelente qualidade de fibra, e IMA 8405GLT, cultivar de ciclo longo, altamente produtiva, com boa qualidade de fibra recomendada para abertura de plantio. Outra variedade que terá suas características a campo apresentadas é IMA 7501WS, material rústico, de ciclo tardio, lançado há dois anos, que apresenta alta tolerância aos nematoides e a doenças foliares. Segundo Belot, essa variedade responde muito bem em solos de abertura de plantio de algodão e áreas marginais, porém mostrou também em algumas áreas alto potencial produtivo quando manejada com poucas plantas por metro linear e doses mais ajustadas de regulador de crescimento. Ele acrescenta que esse material responde bem quando há necessidade de uma variedade com agressividade do sistema radicular.

Na Estação 1, serão apresentados dois materiais novos que estão sendo trabalhados pela equipe do IMAmt a fim de definir melhor o seu manejo: IMA 6501B2RF e IMA 7201B2RF, visando a sua comercialização em pequena escala na safra 2018/19.

Outro aspecto que será enfatizado na Estação 1 é a importância do manejo das diversas variedades (população de plantas, regulador de crescimento) na expressão do potencial produtivo e na qualidade de fibra. Nesse sentido, o Dia de Campo contará com a participação do professor Gustavo Pazzetti da Universidade de Rio Verde (GO), especialista em fisiologia do algodoeiro. "Sua contribuição será muito importante para esclarecer alguns detalhes do manejo de variedades de fenologia muito diferente", explica Belot.

Outras estações - O Dia de Campo do IMAmt terá outras quatro estações. Na Estação 2, Jacob Netto, Guilherme Rolim e Walter Jorge abordarão as principais pragas do algodoeiro.  Na Estação 3, nematoides, ramulária e micro-orgranismos benéficos serão os temas apresentados pelos fitopatologistas Rafael Galbieri e Tamiris Rêgo, e os técnicos Savio Lopes e Zeani Veloso.

Manejo de plantas daninhas e destruição de soqueiras serão os assuntos explorados na Estação 4, sob o comando dos pesquisadores Edson Andrade Junior, do IMAmt, Anderson Cavenaghi, do Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) e Sebastião Carneiro da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Na Estação 5, novas tecnologias serão apresentadas ao público pela Embrapa Instrumentação (unidade da Empresas Brasileira de Pesquisa Agropecuária de São Carlos – SP), e pelas empresas Netafim e FarmersEdge.

 

Serviço

O que: Dia de Campo IMAmt

Quando: 6 de julho (sexta-feira), a partir de 7h30

Onde: Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Centro Ampa/IMAmt, na BR-070, sentido Campo Verde a Primavera do Leste, Km 365 (virar à direita 80 m após a saída de Campo Verde)

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa

Fotos: Sérgio Simões (Acervo IMAmt)

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482