08/03/2018

6º Levantamento de Safra da Conab prevê aumento na produção de algodão em pluma

A produção estimada da safra de grãos 2017/2018 deverá ter um aumento de 466,3 mil toneladas (0,2%) em relação ao levantamento realizado no mês passado, podendo chegar a 226 milhões t. Em fevereiro, o número estimado era de 225,6 milhões t. Os dados são do 6º Levantamento da Safra de Grãos 2017/2018, divulgado nesta quinta-feira (8 de março) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O aumento é resultado do avanço da colheita de soja, principal cultura do país, que tem confirmado boas produtividades. Apesar disso, a safra atual deverá ficar aquém da que ocorreu em 2016/2017, em termos de produção, a maior de toda a história (237,7 milhões de t). O estudo indica que o recuo agora é de 4,9%. Mesmo assim, o país ainda deverá colher a segunda maior safra de todos os tempos.

Há destaque também para o aumento da produção de algodão em pluma, que agora é estimada em 1,9 milhão t, representando um aumento de 21,3% em relação à safra passada. Mato Grosso deverá responder por aproximadamente 1,2 milhão t desse total.

Com o término do plantio da segunda safra, a área de algodão teve novo incremento, respaldado pelas boas perspectivas na comercialização. A estimativa atual é de que a área brasileira deste produto supere 1,1 milhão ha, 21,8% maior do que a safra anterior, com incremento equivalente a 204,3 mil ha.

Em Mato Grosso, segundo a Conab, registrou-se expressivo aumento da semeadura do algodoeiro, que passou de 627,8 mil ha, na safra 2016/17, para 746,5 mil ha cultivados na safra corrente – um aumento de 18,9% no período devido aos bons preços observados no mercado interno. "Além de antigos cotonicultores aumentarem suas respectivas de áreas de algodão, há também o ingresso de novos produtores, tendo em vista a maior rentabilidade alcançada pela pluma em relação ao milho segunda safra", afirmam os analistas da Conab no 6º Levantamento da Safra 2017/18. A comercialização futura da safra 2017/18 é estimada em 70% da produção.

Em relação à área plantada (todas as culturas), as estimativas apontam para um aumento de 0,3% em relação à safra anterior, atingindo 61 milhões de hectares. A soja deverá ter 1,1 milhão ha a mais do que no ano passado. Aliada ao algodão, ambas as culturas foram responsáveis pelo aumento, por apresentarem maior rentabilidade e liquidez.

Clique aqui para acessar o estudo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa com informações da Conab

 

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482