Pesquisadores do IMAmt participam de tour técnico na Serra da Petrovina
16/11/2017

Pesquisadores do IMAmt participam de tour técnico na Serra da Petrovina

Os pesquisadores do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) Jacob Crosariol Netto e Edson de Andrade Junior participaram esta semana de tour técnico na Serra da Petrovina, no Sul de Mato Grosso, com o objetivo de avaliar os resultados de diferentes métodos de destruição da soqueira do algodão – medida necessária para garantir a inexistência de plantas com risco fitossanitário durante a entressafra (período de vazio sanitário do algodoeiro).

Os dois pesquisadores percorreram várias fazendas do Núcleo Regional Sul, em companhia de produtores e técnicos. As equipes técnicas demonstraram seus métodos de destruição – química (com a utilização de herbicidas) e mecânica (com o uso de equipamentos de destruição) -, e também apresentaram resultados dos trabalhos de vistoria e eliminação manual (capina) de plantas de algodão em meio aos talhões de soja.

Durante o tour, o pesquisador Edson de Andrade Junior conduziu as discussões referentes à dose do herbicida 2,4 D e à utilização de outros herbicidas de contato em variedades que não são resistentes, e também falou sobre herbicidas que podem ser utilizados em cultivos de soja para eliminação das tigueras de algodão.

O entomologista Jacob Netto abordou a situação das capturas de bicudos na região da Serra da Petrovina utilizando como base o Sistema de Alerta de Pragas Emergentes -  SAP-e Bicudo. Ele alertou sobre os altos índices de captura do inseto-praga em fazendas da região, durante o período da entressafra, e orientou os responsáveis pelas lavouras a fazerem o monitoramento constante das áreas de cultivo de soja. "Caso seja constatada alta taxa de captura de bicudo, é importante que sejam realizadas baterias de aplicação de inseticida para auxiliar na redução populacional do inseto com o objetivo de reduzir a pressão da praga na próxima safra de algodão", afirma Netto.

Além disso, os participantes do tour debateram as perspectivas para essa próxima safra. Segundo eles, em algumas áreas que seriam destinadas para o cultivo do algodão de segunda safra será feito o plantio de algodão safra, uma vez que, devido aos baixos volumes de chuva nos meses de setembro e outubro, não foi possível realizar o plantio de alguns talhões de soja. A expectativa na região é de que haverá mudanças no planejamento da safra de algodão 2017/18, segundo os pesquisadores do IMAmt. O tour técnico da Serra da Petrovina contou com o apoio do assessor técnico do Núcleo Regional, Edenilson Souza.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa

Fotos: Jacob Crosariol Netto e Edenilson Souza

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482