Programa Alternativo para o Desenvolvimento Sustentável da Cotonicultura Familiar

Agricultura Familiar

 

Prazo: 15/10/2004
Situação do projeto: Inativo
Realizador: FETAGRI-MT
Parceiros: Facual
 
Descrição: No ano de 2001 a Embrapa lançou, uma cultivar de algodão naturalmente colorido, denominada BRS 200 Marrom, que foi testada e avaliada através de unidade demonstrativa em vários locais, por agricultores de estrutura familiar do Estado de Mato Grosso. No ano agrícola 2002/2003 e 2003/2004 foram implantadas lavouras comerciais em seis municípios do estado, sendo que a produtividade alcançado não foi a esperada, tendo como causa o plantio fora da época recomendada pela pesquisa, devido o atraso na entrega da semente pela empresa contratada para sua produção de semente ao beneficiamento do algodão, tendo como apoio a implantação de uma mini usina de beneficiamento e cada cooperativa.
Por outro lado a sustentabilidade das atividades agrícolas na pequena propriedade está atrelada a vários fatores de produção como clima, manejo de solo, pragas e doenças, cultivares adaptada, controle de qualidade, dentre outros, além de sólidos processos de organização de produtores, plano organizado de divulgação e canais de comercialização. Nesse cenário, a qualidade das sementes utilizadas constitui um importante fator para o sucesso das culturas, garantindo uma boa emergência em campo, com plantas uniformes e vigorosas, refletindo diretamente na produtividade. No caso específico do algodão BRS 200 Marrom, objeto deste programa, reúne resultados de muitos anos de pesquisa, constituindo-se um material de alto valor agregado, devendo ser reutilizado como semente nas safras seguintes. 
 
O projeto teve como objetivo principal, a viabilização da cultura do algodão a nível de agricultura familiar em Mato Grosso, acompanhado o processo organizacional e operacional das cooperativas, coopergloria e cooperalco, que estão em fase final de legalização, da ênfase a capacitação do corpo técnico, para que os mesmos possam capacitar os produtores e prestar uma assistência técnica de alto nível aos produtores. Desta forma poder estruturar o sistema da produção de sementes até o beneficiamento.
Melhorar a qualidade de vida do pequeno produtor rural e promover o desenvolvimento sustentável da cultura do algodão como parte dos arranjos produtivos locais, agregando valores à produção, gerando renda aos agricultores familiares, e melhorando a sustentabilidade da atividade, através de inovações organizacional e tecnológicas
 
Equipe: Adelar Umberto Schons – Engenheiro Agrônomo; Ellen Silva da Costa – Geógrafa; Edvaldo Antunes da Costa – Téc. Contabilidade

Copyright © IMA - Instituto Mato-Grossense do Algodão.
Rua Eng Edgard Prado Arze, 1777 Ed. Cloves Vettorato - 2 andar Quadra 03
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP: 78049-015
(65) 3321-6455/6482